ALGUMA COISA SOBRE SOLIDÃO E TRISTEZA


SÃO TANTAS PERGUNTAS QUE JÁ SEI A RESPOTA, PRECISO OUVIR ALGUMA VOZ QUE NÃO A MINHA.

Eu já passei dias inteiros sem falar uma palavra direcionada à outra pessoa. Eu me perco em livros, jogos, escrevendo ou fazendo qualquer coisa. Eu sou uma pessoa que consegue aproveitar a sua própria companhia e ficar bem assim... Até não conseguir.

Hoje tá sendo difícil. Ontem fui muito difícil. Tenho que tomar muito cuidado pra não me perder em pensamentos de solidão e melancolia após alguma situação ruim. Tive uma péssima noite quarta-feira. Fui rude com pessoas que só queriam me ajudar e ainda magoei uma pessoa que eu gosto muito. Ouvi um "esperava mais de você." que me feriu mais do que quando fui esfaqueado.

A tristeza, vergonha e a dificuldade em me perdoar me empurram em uma direção que eu não quero mais seguir e, quando eu estou sozinho, preciso de muita força de vontade pra não me afundar nos pântanos mais obscuros da minha psiquê. E força de vontade tem seus limites.

Nesses momentos, eu preciso abafar isso com barulho positivo: Risos provocados por alguma piada contada por mim ou a melodia muda em um sorriso terno de alguém que se importa. Nesses momentos eu realmente preciso de alguma ajuda, uma perspectiva diferente, alguém mostrando através de ações ou palavras que se não tá tudo bem, pode ficar.

Ninguém vive de orgulho, então não há porque manter-se áustero no exterior se por dentro só existe confusão. Ninguém ganha nada com isso e há muito a perder. O Homo Sapiens é uma espécie social e isso significa que precisamos de outras pessoas pra funcionarmos adequadamente. Tanto em sociedade quanto como indivíduos. Desde a solidariedade de estranhos após algum desastre até um grupo de amigos tirando duas horas na semana pra tomar uma cerveja e conversar sobre tudo e nada.

Ao precisar de ajuda, não exite em procurar. Certamente as mãos que se estenderem em sua direção estão ligadas à corações que se importam e você pode se surpreender. Não é uma questão de "se", mas de "quando".

Não desista. Você importa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário
- Os comentários do blog são moderados.
- Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
- Comentários anônimos não serão publicados.
- Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários, para isso utilize o campo url.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.

.